Timber by EMSIEN-3 LTD
Jornal A Notícia - Items filtered by date: Novembro 2017

A noite da última quarta-feira foi marcada por emoção com a formatura do Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência).

Um total de 173 crianças e pré-adolescentes, alunos do 5º ano das escolas municipais e particular de Itajobi, com idades entre 9 e 12 anos, receberam o certificado do Programa. Também participaram da cerimônia, familiares de alunos e autoridades do município.

O responsável pelo curso em Itajobi é o Cabo PM Miron, muito querido pelas crianças e que, com sua didática, consegue voltar toda a atenção dos estudantes para o máximo de aproveitamento do curso.

Em entrevista ao jornal A Notícia, Miron explica que o Proerd existe desde o ano de 1992 no Estado de São Paulo. “Já em Itajobi o Programa foi implantado no ano de 1998”.

Ele afirma que o Proerd é realizado todos os anos nas escolas, ministrando uma aula por semana aos alunos. “Nós passamos para eles que sempre devemos fazer as escolhas certas, seguras e responsáveis, para que eles tenham uma vida saudável, longe das drogas e da violência”, afirma Miron.

O curso é acompanhado de um livro do estudante Proerd, o qual um dos temas é 'Caindo na real'. “Neste tema mostramos o que é o mundo das drogas e quando os estudantes forem fazer as escolhas, para pensarem nas consequências, seja ela qual for, nas drogas, nas amizades e tudo o que eles forem fazer na vida. Porque não é só ele que vai sofrer a consequência ruim, mas sim todos seus familiares”.

Sobre o curso, Miron afirma que é muito gratificante e louvável poder participar do Proerd e ensinar o caminho correto para as crianças e pré-adolescentes.

O prefeito Lairto Piovesana esteve no evento e afirmou o quanto é importante realizar essa parceria com a Polícia Militar. “Agradeço a Polícia Militar e o Cabo Miron por esse importante trabalho feito com  os estudantes do nosso município. Fico emocionado em ver a participação efetiva das crianças durante o curso e que eles levem esses ensinamentos importantes por toda a vida”. 

 

PROERD – O QUE É

O objetivo do Programa é prevenir o uso e abuso de drogas, através da orientação e conscientização dos efeitos provocados pela dependência de substâncias químicas, sejam elas lícitas ou ilícitas.

O PROERD desenvolve um conjunto de ações preventivas contra as drogas e a violência, apoiando iniciativas com a família, estudantes e professores, sendo aplicado aos alunos de forma dinâmica e divertida, além de oferecer várias  atividades interativas, participação de grupos e aprendizado cooperativo, que foram projetados para estimularem os estudantes a resolverem os principais problemas na sua vida, como autoconhecimento e autogerenciamento, tomada de decisão segura, responsável e saudável, compreensão dos outros (alteridade), habilidades de comunicação e relacionamento interpessoal e habilidade de lidar com desafios e responsabilidades.

O intuito é encorajar as crianças, em idade escolar, a ampliar suas alternativas positivas para evitarem o uso de drogas e a prática da violência.

Oferece ainda estratégias para desenvolvimento da competência social, noções de cidadania, habilidades de comunicação, autoestima, tomada de decisões, resolução de conflitos e objetivo de vida.

Materiais utilizados e como são obtidos e disponibilizados ao público-alvo

Os materiais utilizados pelo policial Proerd na aplicação das aulas são fornecidos pela Diretoria de Polícia Comunitária e de Direitos Humanos (DPCDH), e consistem em livros do estudante e álbum seriado que conduzem o aluno de forma positiva e com a clareza necessária.

Existem materiais específicos para cada faixa etária, assim como para os pais e instrutores, visando uma abordagem atualizada sobre o problema das drogas e da violência.

São 10 lições, de 45 (quarenta e cinco) a 60 (sessenta) minutos, a serem ministradas, obrigatoriamente, pelo Policial Militar fardado, nas Escolas Estaduais, Municipais e Particulares, nos 5º e 7º anos do Ensino Fundamental, sendo cada aula aplicada 01 (uma) vez por semana, durante o trimestre letivo.

Propicia um desenvolvimento pessoal do aluno abordando aspectos da vida como um todo, enaltecendo e reforçando as posturas adequadas.

 

Premiações de redações 

Durante o evento também foram realizadas premiações para os alunos que se destacaram na elaboração das redações, com o tema 'O que você aprendeu com o Proerd'. Foi escolhida uma redação de cada classe e cada aluno recebeu uma medalha Proerd. Além disso, o aluno que teve a melhor redação de cada escola recebeu um tablet através da Diretoria Municipal de Educação e Cultura.

 

Confira os premiados:

 

Premiação com tablet

Guilherme Queiroz – 5º A da EMEIF José Cardoso de Matos

Viviane Dejavit Fôrça – 5º A  do Colégio Maria Educadora – Sistema Objetivo de Ensino

 

Premiação da Medalha Proerd alunos da EMEF Inácio da Costa

Hugo Gustavo da Silva – 5ºA

Julia Maria Zagato – 5º B

Guilherme Henrique B. Tavares – 5º C

Kaillane Karoliny Lopes – 5º D

Maria Clara Alves de Oliveira – 5º E

Maria Clara Moreno Rosa – 5º F

Eloisa Prando Freschi – 5º G

 

Dentre os alunos, o destaque geral Redação Proerd 2017 foi Eloisa Prando Freschi, a qual recebeu um tablet como premiação.

 

Olimpíadas de Astronomia e Astronáutica

Ainda na noite de quarta-feira a Prefeitura de Itajobi e a Diretoria Municipal de Educação e Cultura premiaram 7 alunos pela conquista de medalhas nas Olimpíadas Brasileira de Astronomia e Astronautica (OBA). Foram 5 medalhas de Bronze, uma medalha de prata e 1 medalha de ouro.

Medalhas de Bronze

Hugo Gustavo da Silva

Lorena de Fatima Zanon

Leonardo Lucheti Neri

Wesllei Henrique Guarazemim

Bruna Beatriz Silva Soares

 

Medalha de Prata

Miguel Cordeiro da Silva – o estudante foi não estava presente pois foi transferido para uma unidade escolar em outro estado

 

Medalha de Ouro

Enzo Gabriel de Moura Dallavia

 

 

Publicado em CIDADES

Duas pessoas foram vítimas de furtos de motos em Itajobi nos últimos dias. A primeira ocorrência foi registrada na manhã de sábado (dia 18).

Publicado em POLÍCIA

Um filhote de onça parda foi capturado em um canavial, no município de Itajobi neste sábado (18). Pessoas que trabalhavam no local acionaram Polícia Ambiental, logo que encontraram o animal. 

Publicado em POLÍCIA

A Polícia Militar formou 281 novos soldados de 2ª classe na manhã desta quinta-feira (23), na Escola Superior de Soldados (ESSd), na zona norte da Capital. A solenidade contou com a presença do secretário da Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho.

“O maior patrimônio da PM é seu patrulheiro. Não só da polícia, mas os soldados que aqui se formam agora são parte do patrimônio de todo Estado de São Paulo. A população paulista tem orgulho em saber que pode contar com a melhor polícia desse país”, exaltou Mágino.

A tropa será destinada ao litoral, para atuação na Operação Verão 2017/2018. Após o término da operação, os policiais militares serão distribuídos para reforçar o patrulhamento em outros locais.

“Honra, dignidade e eficiência são os elementos que se esperam desses formandos. Em troca, o povo paulista terá sempre o agradecimento, lealdade e admiração”, afirmou o titular da Segurança.

Os novos soldados se formaram no Curso Superior Técnico de Polícia Ostensiva e Preservação da Ordem Pública, que tem duração de cerca de um ano.

No total, foram 1.516 horas de aulas, distribuídas em 49 disciplinas, como Direitos Humanos, Tiro Defensivo Pela Preservação da Vida “Método Giraldi”, Inteligência Policial, Gerenciamento de Crises, Doutrina de Polícia Comunitária, entre outras.

“Os novos policiais são responsáveis por manter a PM no patamar de excelência que a sociedade paulista merece”, disse o comandante geral da Polícia Militar, coronel Nivaldo Restivo.

Publicado em POLÍCIA

Na última semana uma notícia falsa viralizou na internet e deixou os cartórios eleitorais lotados.

A notícia informava que se os eleitores não comparecessem para o cadastramento biométrico até certa data, seriam multados em R$ 150.

Para esclarecer, o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo emitiu uma nota de alerta aos eleitores.

Em razão de informações que circulam em aplicativos de mensagens, como o Whatsapp, a Justiça Eleitoral esclarece que é falsa a notícia de que os eleitores que não comparecerem ao cadastramento biométrico até 7 de dezembro serão multados em 150 reais.

Em São Paulo, 85 cidades (http://www.tre-sp.jus.br/eleitor/identificacao-biometrica-1/identificacao-biometrica) passam pelo cadastramento biométrico obrigatório e o eleitor que não comparecer nos prazos estabelecidos terá o seu título cancelado. Itajobi ainda não está incluído na lista dos 85 municípios.

Com o título cancelado, o eleitor não poderá tirar passaporte, tomar posse em cargo público, matricular-se em estabelecimento oficial de ensino e obter empréstimo em bancos públicos, entre outros impedimentos.

Nos demais municípios onde a biometria já foi adotada mas o cadastramento ainda não é obrigatório, como na capital, ainda não há prazo final estabelecido para o comparecimento dos eleitores nos cartórios eleitorais, contudo, a  Justiça Eleitoral recomenda que os eleitores se adiantem e façam sua biometria para evitar filas no futuro.

Publicado em POLÍCIA

Os sete criminosos que explodiram o banco Santander na madrugada de terça-feira (dia 22) são os mesmos que tentaram furtar a Caixa Federal em Potirendaba no dia anterior, segundo a polícia. O bando levou pelo menos R$ 100 mil.

Os ladrões armados com fuzis e pistolas chegaram às 2h24 pela rua Pedro de Toledo em Potirendaba em um Fiat Toro. Imagens de circuito interno de câmeras de comércios mostram quando um deles desce armado com fuzil e sobe a rua para dar apoio aos demais bandidos.

O carro vira a rua e fica estacionado na lateral da agência quando outros ladrões entram no local e detonam os três caixas eletrônicos com cerca de R$ 100 mil. Funcionários do banco afirmam que os equipamentos tinham mais de R$ 200 mil.

Uma das câmeras da lotérica na esquina do banco foi virada por um dos bandidos para não registrar a ação. Outro equipamento direcionado para o banco filmou o crime e mostra todos eles com capuz e capas de chuva.

A quadrilha fugiu sentido bairro São Miguel e a polícia já tem pistas dos ladrões. O banco não vai funcionar pelos próximos dias.

“Infelizmente é uma ação difícil de prevenir diante da quantidade de criminosos e pelo grande poder de armamento deles. Nós já estamos com informações valiosas que podem chegar a estes bandidos”, diz o capitão da Polícia Militar, Fábio Veiga.

Publicado em POLÍCIA

É uma certificação que permite que os produtos sejam comercializados nos países Muçulmanos. Halal significa lícito, é o mesmo que permitido, autorizado. Aplica-se para os Muçulmanos àquilo que é permitido conforme o Alcorão o Livro Sagrado para eles. Embora o Brasil seja predominantemente Cristão, é importante as empresas estarem atentas para o crescente mercado de consumo nos países onde o Islamismo predomina, e foi pensando nisso que a CITRUS JUICE certificou sua fábrica e seus produtos com o selo de garantia Halal, que permite que os mesmos sejam vendidos para consumo nas populações muçulmanas.

Nesta Semana, a fábrica foi auditada para renovação da certificação Halal, e mais uma vez houve aprovação unânime dos 03 Auditores que estiveram presente, sendo 02 auditores técnicos e 01 religioso. HONRA A QUEM HONRA...

Importante destacar que a CITRUS JUICE possui diversos Certificados de Qualidade, e todos foram possível graças ao intenso trabalho da Equipe da Fábrica, com destaque para o Departamento de Gestão do Sistema de Qualidade que é liderado pela Engenheira de Alimentos LOREDANA THAESSA ARTUZO, e sua auxiliar, que está por se formar, este ano, como Engenheira de Produção, a DANIELE FRANCISCATTI.


Daniele e Loredana

A CITRUS JUICE, aproveita para homenagear as duas Colaboradoras nominalmente citadas, pois foram jovens que iniciaram conosco ainda nos primórdios da instalação de nossa Indústria aqui em Itajobi, e já estão conosco há mais de 5 anos, e sempre aceitaram os desafios e agarram as oportunidades, merecendo serem destacadas em nosso amplo quadro de colaboradores. Muito obrigado!


Da esquerda para a direita: Eurípedes, Karina, Tamires, Loredana, Daniele e Adriano

Publicado em INFORME PUBLICITÁRIO

Quando entrar em funcionamento o Serviço de Radioterapia, que possibilitará a instalação do Hospital de Câncer de Catanduva/HCC, a Fundação Padre Albino já terá reestruturado o seu Serviço de Oncologia. A reestruturação começou em 2014 com a contratação de enfermeira, psicóloga, assistente social e farmacêutica, todas com dedicação exclusiva ao Serviço.

As cirurgias oncológicas são realizadas no Hospital Padre Albino e o atendimento ambulatorial de primeiras consultas para fins de diagnósticos, assim como o acompanhamento e retornos pós-cirúrgicos no Hospital Emílio Carlos, que disponibiliza ainda para toda a rede do Colegiado de Catanduva, composto por 19 municípios, o Serviço de Diagnóstico através do Laboratório de Patologia e o tratamento no Serviço de Quimioterapia.

De acordo com o gerente de serviços de saúde do Hospital Emílio Carlos, Benedito Carlos Rodrigues, "a adequação mínima para a Equipe de Oncologia contribuiu para o atendimento humanizado, conforme preconiza a Política Nacional e Estadual de Humanização". Ele informa, ainda, que além da reestruturação da equipe de apoio foi iniciada em 2015 a reestruturação do Serviço de Anatomia Patológica/Laboratório de Patologia, com a contratação de profissionais, médicos, biomédicos e auxiliar administrativo, assim como a atualização de protocolos, visando melhorar o tempo de respostas no resultado de exames diagnósticos e a modernização do parque tecnológico.

A Fundação Padre Albino está credenciada como Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia – UNACON, assim como na Rede Hebe Camargo.

Publicado em SAÚDE

A campanha nacional “Fique Sabendo”, como o próprio nome diz, visa ampliar o número de pessoas com conhecimento do seu status sorológico (portador ou não de vírus responsáveis por Doenças Sexualmente Transmissíveis, como o HIV, por exemplo), visto que essa é parte essencial do enfrentamento das doenças DST/Aids, sendo a testagem a porta de entrada para esta cadeia de ações de prevenção, tratamento e cuidado.

A 10ª edição da Campanha “Fique Sabendo”, para testagem do HIV e Sífilis terá início na próxima segunda-feira, 27 de novembro, e segue até o dia 1 º de dezembro de 2017, englobando testes gratuitos que serão realizados em frente ao Centro de Saúde na Praça da Igreja Matriz.  

Realizada pela secretaria Municipal de Saúde com parceria do Programa Estadual de DST/Aids-SP, a campanha atenderá à população de 27/11  a 01/12, segunda à sexta-feira, das 8h às 16h.

A Diretoria Municipal de Saúde convoca toda a população, principalmente pessoas dos grupos de risco – profissionais do sexo, usuários de drogas injetáveis e ou que tenham muitos parceiro(a)s – para que façam os testes, informando que a campanha também trabalha para que a discriminação seja vencida, em prol da vida e da saúde de todos.

A Diretora Municipal de Saúde, Elaine Ruggeri, lembra que os resultados de exames de saúde têm sua confidencialidade garantida por lei, e que somente são entregues e/ou declarados por um médico diretamente ao paciente.

Publicado em SAÚDE

Infelizmente, a maioria dos homens procura ajuda tardiamente. De acordo com o levantamento feito pelo Centro de Referência em Saúde do Homem de São Paulo, 60% dos pacientes chegam ao serviço com o câncer de próstata em estágio avançado.

Uma das queixas deles, segundo a pesquisa, é que consideram constrangedor a visita ao médico, por isso só aparecem quando têm algum sintoma.

Para o médico urologista e coordenador do Centro, Joaquim Claro, a prevenção sempre será a melhor forma de combater o desenvolvimento da doença.

“Os check-ups devem ser feitos regularmente. Nós sempre salientamos isso, pois, com a idade, o corpo requer mais cuidados e quando o médico é procurado pelo menos uma vez ao ano, o diagnóstico do câncer é bem mais eficaz”, explica.

No entanto, há exceções. É o caso do aposentado José Santos, de 73 anos, morador da cidade de Mauá, na grande São Paulo. Ele estava em um dos exames periódicos quando o médico o alertou sobre a doença.

“Ele me explicou que ir bem cedo foi fundamental”, contou José, que já presenciou outro paciente se recusar a fazer o exame de toque por alegar constrangimento. “Eu acho isso uma ignorância. Se for por vergonha, vergonha passa. Deixa a de lado e faça os exames porque é muito importante”, alerta.

Publicado em SAÚDE
Página 1 de 7